random songs

\ZINE\

Todas as músicas inéditas da compilação “Come On Feel the NoiZe – BraZil Class” do TBTCI

Em junho, o The Blog That Celebrates Itself, lançou a coletânea “Come On Feel the Noize – Brazil Class’17” com 24 músicas inéditas de bandas brasileiras. Entre as 24, mais de um terço (nove) têm parceria com o midsummer madness.

Resolvemos agrupar as músicas e contar um pouquinho mais sobre cada uma delas:

jnktr_promo_2017_04

Justine Never Knew The Rules – Just Like Yesterday (Hold On)
Essa é uma versão para a música de mesmo nome do álbum “Overseas”. Foi gravada, mixada e masterizada no Back Studio da própria banda em Sorocaba. A ideia foi fazer um contraste com a versão original que é predominantemente acústica, nos moldes “Stoned and Dethroned” (do Jesus & Mary Chain). Essa versão é mais densa e pesada, com um guitarra que acompanha o violão e aumenta gradativamente. Na original quem canta é o Maurício mas na versão é o Bruno Fontes.

Essa versão é exclusiva da coletânea do TBTCI e deve estar num EP que a banda pretende lançar ainda em 2017 com músicas novas e extras.

Churrus-(80)

Churrus – Broken Pen
A música é de 2014, gravada no Miss Ladybug Studio em São João del-Rei, TBP Studio e Mix Studio em Belo Horizonte, mixada e masterizada por Gabriel Zander no Estúdio Costella em São Paulo em Junho de 2017. Segundo a banda, “a letra fala das agruras de não conseguir registrar suas melodias e ideias, que se perdem com o tempo e nunca serão ouvidas por ninguém“.

Essa música está sendo lançada como single hoje. O Churrus continua lapidando o seu 4º álbum de estúdio, a ser lançado em data indefinida pela Fleeting Media.

Foto por Marko Panayotis

Second Come – It’s Time to Get Lost
Composta no final de 2015, “It´s Time to Get Lost” nasceu de um riff do Fernando Kamache transformado em base, numa levada acelerada; a letra é do baixista Francisco Kraus. Gravada e mixada no SuperStudio do Nervoso, que, segundo a banda, foi importantíssimo na gravação das baterias. Segundo o baixista, “a música fala, num tom mezzo otimista, das possibilidades da vida; do ponto de vista de alguém que precisa ´cortar as amarras e navegar pra longe de tudo que não vale a pena’“.

O Second Come pretende lançar ainda este ano um EP com quatro músicas inéditas, “It’s Time to Get Lost” é uma delas.

foto dead suns facebook

The Dead Suns – Cracked Soil
Formada em 2012 por Yuri Pinta (Beally), Renato Fernandes, Maurício Garcia Mauk (Bigtrep, Mauk e os Cadillacs Malditos, Estranhos Românticos e Second Come) e Francisco Kraus (Second Come e ex-Jess Saes), o Dead Suns voltou à ativa com shows e gravações. Essa música fará parte do primeiro álbum que a banda está finalizando ainda para 2017.

Foto Loomer - 04 (médio)FotoLoomer04web

Loomer - I Have to Stay
Outra das 10 músicas novas que farão parte do 2º álbum do Loomer, intitulado “Deserter”, com lançamento previsto para 2017, com parceria da Sinewave. Além de “I Have to Stay”, o Loomer já liberou “Lack” (aqui) e “Mind Control”, esta disponível apenas no vinil “Volume 11“.

lava_divers_goiania_2017

Lava Divers – I Always Wanted to be an Ostrich
Essa música faz parte da primeira leva de canções compostas pela banda, antes mesmo do lançamento do EP. Esta gravação é uma sobra das canções do primeiro disco completo do Lava Divers, lançado em agosto, o “Plush“. Produzida pela própria banda, a faixa foi gravada por Gustavo Vazquez, no estúdio Rocklab, em Goiânia, em outubro de 2016.

cigarettes_clip_17

The Cigarettes – Just About Everything Before
Essa música foi composta entre 2003 e 2004 e gravada em 2008 durante as sessões do 3º álbum intitulado “The Cigarettes” no extinto estúdio BPM, Rio de Janeiro. Segundo Colares “Era pra ser a primeira música daquele disco. Mas na época não gostei e acabei tirando“. Gravaram a música Ricardo Ribeiro “Mito” (Pelvs) na bateria e Marcelo Colares gravou baixo, guitarras e vocal. Já estava no soundcloud do Cigarettes há um tempo.

O Sol Moras, do Enseada Espacial / Stellar fez um vídeo.

pelvs2000

assim era a Pelvs quando gravou esta versão

Pelvs – Legal Tender (B-52′s)
Quando você achava que os quatro volumes da Caixa que a Pelvs lançou em 2013, com todas as gravações extras esgotaria o baú, eis que aparece mais uma música.

Entre 1997 até fins dos anos 2000, Gustavo Seabra e Dodô (que saiu da Pelvs no final dos anos 90) tinham um estúdio no Rio de Janeiro chamado Freezer. A Pelvs ensaiava no local por isso a abundância de faixas extras. Essa versão para o hit do B52´s “Legal Tender”  foi gravado por volta de 2001, 2002, perto do lançamento do 3º álbum da banda, “Peninsula“. A Pelvs nesta gravação era Gustavo Seabra (voz, guitarra e produçã0), Rafael Genu (baixo), Gordinho (guitarra) e Ricardo Mito (bateria).

Atualmente Gustavo tenta terminar seu disco solo intitulado “Velha”, em gravação há quase uma década. A Pelvs não tem planos de um novo disco ou de shows visto que os integrantes moram em cidades diferentes e distantes: Ricardo mora em Brasília, Clínio em Campo Grande (MS) e Genu se mudou recentemente para Milão, na Itália.

pin_ups_obra2

Foto por Luciano Viana

Pin Ups – Some Candy Talking (Jesus & Mary Chain)
Essa música não é totalmente inédita, já havia sido lançada no tributo para o Jesus & Mary Chain do The Blog That Celebrates Itself.  Zé Antônio explica: “Infelizmente não conseguimos conciliar o tempo de todos integrantes então entrou esta versão mesmo. Gravamos em 2016 no estúdio do Rodrigo Brandão, mas é quase uma demo”.

Essa música vai estar na coletânea de extras que o Pin Ups prepara para lançamento digital via midsummer madness.

Ouça toda a coletânea abaixo:

Algumas destas faixas foram distribuídas para streaming como “Come On Feel the NoiZe – BraZil Class’17 – midsummer madness division” com esta capa abaixo.

capa-come-on-feel-mm-web

 

Você encontra músicas nas páginas das bandas:
Second Come / Lava Divers / The Cigarettes / Pelvs 

Postado 07/09/2017 às 11:42