random songs

\BANDAS\

Lava Divers

lava-divers-2017

A Lava Divers é um quarteto do Triângulo Mineiro (com integrantes espalhados entre Uberlândia e Araguari) que busca inspiração nas barulhentas bandas inglesas e americanas do final dos 80/início dos 90. Formada por João Paulo Porto (guitarra e voz), Ana Zumpano (bateria e voz), Glauco Ribeiro (baixo) e Eddie Shumway (guitarra), a banda lançou seu primeiro single “Done” em março de 2014.  De lá pra cá, tocaram em importantes eventos da região, como o Festival Compacto, Festival Marreco e nas festas do site Move That Jukebox.

No fim de outubro do mesmo ano lançaram o videoclipe da música “Done”, antecipando o lançamento de seu primeiro EP, homônimo, gravado e mixado pelo produtor Gustavo Vazquez (Violins, Macaco Bong, MQN, Black Drawing Chalks), do Rocklab Produções Fonográficas. A direção de arte ficou a cargo do designer Jaime Silveira (A Banda Mais Bonita da Cidade, ruído/mm, Arms and Sleepers) e distribuição pelo selo da banda, Travesseiro Discos e, mais adiante, em parceria com o midsummer madness.

Imagem de Amostra do You Tube

Com EP lançado em CD e vinil, os quatro caíram na estrada em 2015 e 2016, rodando cidades pelo Sudeste e Centro-Oeste e lançaram mais alguns videoclipes sensacionais, dá uma conferida aqui para todos os vídeos.

Imagem de Amostra do You Tube

Quase três anos depois, a banda já rodou muitos quilômetros, quase sempre os quatro – Ana, Joe, Eddie e Glauco – apertados num carro, com instrumentos, cruzando Sudeste e Centro Oeste de ponta a ponta. “Os shows mais legais aconteceram no Festivais Pic Nik em Brasília e no Bananada 2017 em Goiânia“, relembra Glauco. “O show do documentário Guitar Days que rolou em Belo Horizonte e principalmente o último show que fizemos em Sorocaba, no Circadélica, também foram muito especiais“.

No meio destes shows, a banda começou a gravar em outubro de 2016 seu primeiro álbum cheio, com 11 músicas, intitulado “Plush“. Entre as gravadas, algumas são tão antigas que vem da época do EP, como por exemplo “Natural Born Liar”, “Love Is” e “Inside His Eyes”. “Daquela primeira leva de canções, algumas ficaram pelo caminho e outras nós seguimos tocando ao vivo. Então a entrada destas no primeiro disco foi natural. São músicas que não podiam ficar sem um registro”.

A vontade de gravar “Plush” não estava combinando com a realidade. O repertório já estava prontinho mas a banda acabou adiando a entrada no estúdio por conta dos convites para shows. “Acabamos entrando em estúdio somente em outubro de 2016. Fomos pra Goiânia e gravamos as bases principais no estúdio Rocklab, pelas mãos do mestre Gustavo Vazquez, que também produziu nosso primeiro EP. Dessa vez, nos fechamos no estúdio por uma semana. Depois, no começo de 2017 gravamos em Araguari e Uberlândia os overdubs, umas guitarras e algumas vozes. E no final, mandamos tudo pro Vazquez que também mixou e masterizou o album”.

Torcemos que apareçam registros dos bastidores dessa gravação. Isso porque o Lava Divers parece um grupo de quatro irmãos; estar perto deles, com eles, é sempre alto astral. A integração é refletida nas composições, que são assinadas coletivamente. “A banda tem um jeito bem orgânico de trabalhar. Geralmente algum de nós chega com uma ideia e o restante dá sua contribuição. Dá pra dizer que ‘Forbidden Steps On Hearts’, ‘My Boy’ e ‘Tearsfall’ são da Ana;  ‘Gasoline’, ‘Natural Born Liar’ e ‘Great Mistake’ são do Eddie. Mas pra nós, como a contribuição sempre é generosa de todos em todas as músicas, assinamos como banda e não de um integrante específico”.

O título está muitíssimo bem traduzido na capa (Plush em português é pelúcia).  As fotos da capa (e também as fotos de divulgação mais recentes, como esta que ilustra a página) ficaram a cargo das meninas do Moviola, Ana Carolina Moraes e Olívia Franco. A direção de arte da capa é do João Paulo Pesce (da banda Young Lights). Além dos bichos de pelúcia, também aparecem na capa a Lolla (cachorrinha do Glauco) e os outros detalhes que se você olhar bem de perto vai achar caaaaada coisa. “Não vamos dizer o que é. até pra não estragar a brincadeira. A ideia da capa foi nossa mesmo. Queríamos uma capa alegre e divertida”, explica Glauco.

“Plush”  está sendo lançado no formato digital pelo Lava Divers e midsummer madness.

Imagem de Amostra do You Tube

Matérias:

Resenha de Plush no Hits Perdidos:
Um dos grandes pilares e êxitos de um disco que vai agradar fãs de shoegaze, guitar bands, grunge, punk rock, brit pop e post-punk. Já que apesar das letras tristes, o tom do instrumental se contrapõe e consegue manter o equilíbrio. Acredito que estará tranquilamente na lista de melhores de 2017
Leia a íntegra

Entrevista no Scream & Yell. Leia na íntegra:
http://screamyell.com.br/site/2015/10/21/entrevista-lava-divers/

Curto, bruto e dotado de uma simplicidade admirável. Leia na íntegra:
http://roadtocydonia.com.br/5-discos-brazucas-8/

O som é sujo, com carga excessiva de riffs, distorções e um Q de pop. Leia na íntegra:
http://musicombo.net/2015/02/02/o-som-mono-do-lava-divers/

Os Lava Divers fizeram uma ótima estreia. Leia na íntegra:
https://seletoresdebeat.wordpress.com/2015/01/23/lava-divers-lava-divers-ep/

Banda mineira com pegada 90tona, big muff ligado e vambora. Leia na íntegra:
http://www.rockexmachina.com.br/os-100-albuns-alternativos-de-2014-que-voce-precisa-conhecer/

Com esta matéria no site Trabalho Sujo, a banda lançou o single e clipe da música “Tearsfall”