random songs

\BANDAS\

Fanfarra Paradiso

fanfarra-foto-terraco.jpg

Fanfarra Paradiso em 2007

A Fanfarra Paradiso é uma banda instrumental carioca que mais parece uma oficina musical. São nove integrantes, alguns advindos da banda de Ska, Super Saia Jeans. Outros são amigos de escola, ex-alunos do CEAT (no RJ). Como Fanfarra Paradiso, eles começaram em 2004 com Daniel Paiva – trompete (também da Luisa Mandou um Beijo); Daniel Vieira – saxofone tenor; Rafael Queiroz – flauta; Paula Camargo – saxofone alto; Tatiana Tabak – guitarra; Daniel Zamith – guitarra; Gustavo Bragança – baixo; Pedro Sampaio – bateria e Fernando Gajo – teclados.

Estas figuras têm uma lista de apresentações em lugares inusitados que incluem o corredor da Galeria River em Copacabana, um terraço em Botafogo durante o um jogo do Brasil na Copa e o salão de festas do Jockey Club. Todos devidamente sacudidos com a passagem da banda.

Uma banda tão grande frequentemente encontrava dificuldades de espaço. Daniel recorda que “em alguns lugares a banda tinha que ser separada em duas. Nesses casos os sopros faziam uma primeira sessão e os demais a outra“. Mais shows inusitados como dentro de um caçamba de caminhão, e memoráveis como no Circo Voador, no Cinemathéque, Espaço Carioca.

Formada por um naipe de quatro sopros, além de guitarras, baixo, bateria e teclado, a Fanfarra lançou seu primeiro registro oficial, um EP com 5 músicas em SMD (Semi-Mettalic Disc). As músicas são todas inéditas, com influências de jazz, ska, funk, rock setentista, música brasileira e Big Bands. Intitulado “Fanfarra Paradiso”, o EP foi gravado no estúdio Superfuzz, no Rio de Janeiro, por Gabriel Zander entre Março e Novembro de 2007. A produção foi toda da banda.

A maioria das músicas desse EP são de autoria conjunta da banda, foram compostas e arranjadas em ensaios de fim de semana. Uma das músicas, “Bemolizador”, foi composta pelo primeiro baterista e tecladista da banda, Ricardo Rito.

O segundo EP intitulado “Vórtex” foi gravado em 2015, começando no estúdio Aldeia em Petrópolis (RJ) com a gravação da bateria, e depois continuou no Casa do Mato, onde os outros instrumentos foram gravados. “Para esse álbum concordamos que ao invés de fazermos uma guia para a bateria, gravamos ao vivo. Foi uma experiência muito bacana, nos deu a liberdade rítmica que estávamos procurando“.

fanfarra_gravacao_vortex_web

Quase toda Fanfarra Paradiso na gravação de “Vórtex”

Em “Vórtex”, Ricardo Rito, mesmo já não fazendo mais parte da Fanfarra, deu de presente a música “Pedro Dormiu”. O guitarrista da Luisa Mandou um Beijo (e irmão de Daniel), Fernando Paiva também colaborou com “Gambiarra All Stars”. O desenho da capa partiu de uma caricatura da banda feita por Daniel e foi colorida pelos filhos, sobrinhos e enteados dos integrantes.

Apesar de ter ido para no YouTube em 2017, “Vórtex” está sendo lançado oficialmente somente agora porque logo após a gravação alguns integrantes se mudaram do Brasil e a Fanfarra Paradiso teve que dar um tempo. “No momento não estamos ensaiando ou compondo, mas mantemos contato. Alguns integrantes tem outros projetos, mas tocamos juntos sempre que nos reunimos e um dia voltaremos a compor e tocar ao vivo. Independente disso, temos material para um terceiro album que virá quando Coco-Loco assim quiser“.