random songs

\ZINE\

Compilação para gringo ver: Tropical Fuzz

MAC-PB
No inverno de 1989 eu estava sentado no meu quarto, em Boa Viagem (Niterói) olhando para o ângulo oposto desta paisagem. Dai decidi começar a fazer o midsummer madness porque a Beatriz Lamego tinha me mostrado uns fanzines e eu pirei com a ideia de poder ter meu próprio “jornalzinho”

Some à influência da Bia o fato da minha mãe, graduada em História, ter me incutido a vontade de aprender, de querer conhecer e de querer dar a minha versão dos fatos. Ela havia falecido 5 anos antes mas em Niterói me apresentou ao Moacy Cirne que me deu uma lista de livros de ficção científica para ler. Ela também sempre aparecia com umas revistas e jornais independentes em casa. Me lembro de um chamado Brasil Urgente (ou algo assim) que li umas 3 ou 4 vezes. Lula na capa, verdades até hoje ignoradas…

Essa vista da foto é do bairro do Ingá. Eu costumava andar de caiaque da Boa Viagem até o Ingá, remando. Ficava horas e mais horas dando voltas na ilhazinha que aparece no canto esquerdo da foto.

boa viagem 2

Gostava de surfar mas nunca tive o menor talento pra isso. Ouvia a Flu FM, Maldita. Ainda não existia o Museu de Arte Contemporânea… era apenas um Mirante onde muitos carros com namorados paravam quando ficava mais escuro (foto ao lado). O MAC foi construído depois.

Dai, voltando ao inverno de 89, num dia chuvoso, criei o midsummer madness

Ano que vem, 2019, a gente completa 30 anos. Só que como em Novembro passado eu me mudei para Londres, resolvi fazer uma coletânea com 50 bandas destes 29 anos de midsummer madness para apresentar aos gringos.

E saiu hoje. Tropical Fuzz: Brazilian Guitars 1988-2018. Eu nunca poderia imaginar, remando por estas águas, que o midsummer madness iria tão longe.

A capa da compilação é da Beatriz Lamego. Ela usou o cartão postal de Niterói como referência.

Postado 17/08/2018 às 9:06