random songs

\ZINE - fevereiro de 2022\

Os Gambitos conclamam a volta do Carnaval twee

bianchini_carnaval

Saiu hoje, assim meio no susto, mais um single d’Os Gambitos, projeto lofi do Fábio Bianchini (Superbug). A gente mesmo recebeu a música hoje, sexta-feira de carnaval, pela manhã.

Dai, sem tempo para preparar algo mais momesco, roubamos o que o Trabalho Sujo preparou:

O indie-mor Fabio Bianchini, guitarrista do clássico Superbug, recepciona esse não-Carnaval com a marchinha twee “Carnaval de Novo”, que ele lança com seu nome solo Gambitos em primeira mão aqui no Trabalho Sujo. “‘Carnaval de Novo’, na real, é uma música de carnaval que não sabe o que vai ser do carnaval, né?”, ele me explica por email. “A gente tá botando ela na rua, é sexta de manhã e ninguém sabe ainda o que vai ser do sábado aqui em Florianópolis, imagino que em mais um monte de lugar também esteja assim.”

“E é engraçado que a feitura da música acabou passando por isso também, porque era pra ela ter ficado pronta ali pelo começo de Janeiro, mas aí o surto de Covid do Réveillon – eu não peguei, sigo incólume – bagunçou tudo”, lembra. “Já nem mais esperava o que fazer, mas acabou que conseguimos botar ela na rua antes de começar oficialmente o Carnaval.

“Nessa tem que elogiar – de novo – o midsummer madness, selo mais amigo dos artistas do mundo, por ser o lugar onde dá pra fazer esse tipo de coisa”. Além do Mutley, a faixa ainda conta com velhos comparsas da iniciativa Gambitos, como a vocalista Emilia Carmona, que cantou no single ‘Praça’, que ele lançou no último carnaval antes da pandemia, e ‘Meiembipe’, que cantou ao lado de Anna Salviato, que também participa do single, ao lado do guitarrista Ulysses Dutra, do vocalista Gustavo Cabeza e do percussionista Marcio Bicaco. Ele também reuniu um coro improvisado chamado Cigarkills: “deram o azar de estar no estúdio no dia em que chegamos pra gravar alguma coisa de ‘Carnaval de Novo’ e acabaram entrando na música.”

Postado 25/02/2022 às 16:56

Régis Martins & Cia. Fantasma lança disco de estreia

FOTO-RELEASE-PALCO_web

O projeto criado em 2013 pelo guitarrista do Motormama, Régis Martins, lança em 2022 seu primeiro álbum completo: “Frequência Modulada”. O novo trabalho traz oito canções que tem em comum o clima low-tech, em que violões e uma atmosfera acústica se misturam com baterias eletrônicas e sintetizadores. Nessa espécie de tecnofolk, ou synthfolk para os mais modernos, a banda investe em melodias intensas e ao mesmo tempo cheias de paixão e simplicidade.

Formado pelo guitarrista e vocalista Régis Martins, junto com Gisele Z. (vocais) e Alessandro Perê (teclados), Régis Martins & Cia Fantasma compreende 3/5 do Motormama. O novo disco contou também com a participação especial do baterista Rodolfo Bárbara, responsável pelas batidas eletrônicas/acústicas presentes nas faixas.

O primeiro registro da Cia Fantasma foi o EP “Ondas Curtas“, com 6 faixas, de agosto de 2015 com direito a um show de lançamento no SESC Ribeirão. Em 2019, Régis Martins & Cia Fantasma lançou seu 2º EP ‘Atlântico Blues’ num clima mais ensolarado que o anterior.

Mais então veio a pandemia e o mundo mudou. “Frequência Modulada’ é o resultado de dois anos de lockdown. O disco traz seis canções inéditas e duas já presentes no EP ‘Atlântico Blues’ que foram remasterizadas para o novo trabalho: “Eu, Você, o Cosmos e Nada Mais” e ‘Bruxaria”. O novo disco foi gravado nos estúdios Vira Disco, com produção de Breno Vetorassi em parceria com a banda.

O álbum aparece num momento de reflexão com músicas criadas nos últimos anos de forma intimista e urgente. Uma espécie de terapia sonora como resposta a pandemia que assola o planeta. “A arte é a nossa segunda chance, nossa melhor invenção. Porque a vida também é sonho”, diz Régis.

Ouça, baixe e compre a versão digital no nosso Bandcamp

Ouça “Frequência Modulada” no seu streaming favorito (e se puder, evite o Spotify):
Spotify
Apple Music
Deezer
Amazon Music

Postado 04/02/2022 às 11:05