random songs

\ZINE - dezembro de 2018\

Retrospectiva 2018

Ninguém aguenta mais, ainda bem que 2018 tá acabando.

Começou com a confirmação de que as nossas informações não estão seguras nas Redes Sociais e terminou com a consequência mais soturna, a eleição de Bolsonaro. A angústia está registrada em algumas músicas que ajudamos a lançar. Preparamos uma playlist com todos os lançamentos e relançamentos que saíram via midsummer madness em 2018:

mm150 – DON – Gene (digital / Janeiro 2018)
O ano começou com o novo projeto de Cassiano Fagundes, aka Cassim. DON é Jeronimo Gonzalez, Cassim (ex Magog, ex Bad Folks, Cassim & Barbária, Cacique Revenge) e Manolo Keller. Juntos, produziram um EP com três músicas, incluindo uma versão para 13th Floor Elevators. Ouça.

mmcd55 – Pelvs – Peter Greenaway’s Surf (digital / Março 2018)
Só em março de 2018 é que nos demos conta que o disco de estreia da Pelvs, lançado originalmente em 1993 pela Rock It!, ainda não estava nos serviços de streaming. Reparamos essa falta distribuindo esse clássico que completou 25 anos em 2018. Ouça no Spotify.

mm151 – Early Morning Sky – If I See You Again (digital & CD / Abril 2018)
Em abril lançamos o EP de estreia do quarteto paulistano Early Morning Sky. Produzido pela própria banda, as quatro músicas trazem de volta o ruído e a microfonia do shoegazer dos anos 90. A banda passou 2018 tocando exaustivamente em São Paulo e em algumas cidades da Região Sul. Em 2018 eles também gravaram e lançaram versões para Velvet Underground, Swirlies, Jesus & Mary Chain e até Lava Divers. Em 2019, o Early Morning Sky promete músicas novas. Ouça o EP de 2018.

IMG_3766-2_web

mmcd 56 – The Dead Suns – New Days For a Better Man (digital / Abril 2018)
Em abril saiu o catártico álbum de estreia do The Dead Suns (foto acima), banda formada por Francisco Kraus (ex-Second Come), Maurício Garcia (A Grande Trepada, Kongo, Second Come, Mauk e várias outras bandas), Yuri Pinta (Beally) e Renato Fernandes. “New Days For a Better Man” traz 15 músicas e vai agradar aqueles que vem escutando Black Sabbath, Echo & the Bunnymen, Smashing Pumpkins, War on Drugs e nunca desistiram de música boa. Veja o videoclipe de “Living Among the Stars”.

mm157 – Vários – Perverted by Homage: A Tribute to The Fall (digital / Maio 2018)
Em Janeiro de 2018, perdemos Mark E. Smith, fundador e vocalista da banda inglesa The Fall. Bonifrate, Loomer, Estación Experimental, DON, Digital Ameríndio e Overend regravaram suas favoritas: ouça. Infelizmente 2018 levou também Aretha Franklin, Charlez Aznavour, Miranda e Pete Shelley do Buzzcocks.

mmcd57 – Vários – Tropical Fuzz: Brazilian Guitars 1988 – 2018 (digital & CD / Junho 2018)
Em Junho, depois de 6 meses estabelecido em Londres, resolvemos preparar uma coletânea com várias músicas do nosso catálogo para apresentar aos britânicos. A versão digital traz 50 bandas e a limitadíssima versão em CD traz 22 músicas. É uma bela amostra dos 29 anos de existência do midsummer madness. Ouça no Spotify.

fellini2001.jpg
mmcd08 – Fellini – Amanhã é Tarde (digital / Julho 2018)
O quinto e por enquanto último álbum do Felini saiu originalmente em 2001, em hoje esgotada tiragem em CD. Assim como o primeiro da Pelvs, só agora nos demos conta que esse clássico gravado por Thomas Pappon e Cadão Volpato em Londres não estava disponível no streaming. Se você não percebeu, corra para ouvir.

mm154 – Iorigun – Empty Houses // Filled Cities (digital / Julho 2018)
Lançado originalmente em 2017, o 1º EP do Iorigun foi relançado pelo midsummer madness em Julho, precedendo os trabalhos para o novo single e EP que viriam no final do ano. Veja a banda tocando “Downtown” ao vivo.

Valv---2017---(Preto-e-Branco)-©Pablo-Bernardo-(8)web16x9
mm153 – Valv – Nautilidae (digital / Agosto 2018)
Depois de quase 14 anos em estado de hibernação, o quarteto de Belo Horizonte (MG) voltou à cena com 5 músicas e um novo EP. “Nautilidae” traz a nova formação com os integrantes originais Alessandro Travassos (voz e guitarra), Luciano Cota (guitarra) e os recém integrados Bruno Martinho (baixista, também toca no Churrus) e Filipe Monteiro (baterista, que tocava no Quase Coadjuvante e cantava no Rallye). O EP “Nautilidae” saiu em parceria com o Valv e o selo canadense Cuchabata. Relembre a sucinta mas brilhante discografia do Valv.

The Tamborines – Camera & Tremor
The Tamborines – Sally O’Gannon
The Tamborines – Sea of Murmur
Formada em 2000 em Maringá (PR), The Tamborines lançou 2 álbuns quando a dupla Henrique Laurindo e Lulu Graves se realocou em Londres. Estes dois discos e apenas um dos inúmeros EPs passaram a estar disponíveis no Bandcamp do midsummer madness e no mmrecords. Tudo isso para poder distribuir as últimas cópias em vinil e CD dos discos. Se você ainda não tem, corre e compre aqui. Tamborines já não existe mais, Henrique montou o Bufallo Postcard que lançará suas primeiras músicas em 2019.

mmcd58 – Frabin – Tropical Blasè (digital & CD / Outubro 2018)
Três anos depois, o faz-tudo Victor Fabri, aka Frabin, lançou o 2º álbum, cheio de sintetizadores e guitarras, com músicas em inglês e português. E quando a gente diz faz-tudo, we mean it! Victor lançou dois belos videoclipes para acompanhar o novo disco: “Pastime Illusion” e “Reailusão“, este último convidando todos a pensar sobre o absurdo de uma teocracia armada. E pouca gente entendeu… 2018 foi um ano horrível.

mms46 – Os Gambitos – Notícias Tuas (digital / Outubro 2018)
Foi um ano horrível que obrigou Fábio Bianchini a gravar, em menos de 24h, o absurdo que o Brasil estava sendo jogado. “Notícias Tuas” deixa registrado para posteridade tudo que foi falado e levou ao posto de Presidente do Brasil o imbecil Bolsonaro. O mais assustador é que ele realmente representa o pensamento de quase 60% dos brasileiros. Leia a letra aqui.

mmcd59 – Digital Ameríndio – Intensos Animais Imperceptíveis (digital / Outubro 2018)
Mais um relançamento em 2018: o único álbum completo de Sandro Rodrigues, aka Digital Ameríndio, lançado originalmente em 2013 pela Cloud Chapel, foi disponibilizado em todos os portais de streaming e nos canais do midsummer madness. Um tesouro de 10 músicas saído das mentes de Sandro e os amigos Löis Lancaster (Zumbi do Mato), Robson Riva, Pedro Bonifrate (Supercordas) e Gabriel Ares. Ouça.

IORIGUN---SKIN-Divulgação-1
mm155 – Iorigun – Skin (digital / Novembro 2018)
O primeiro lançamento do Iorigun via midsummer madness foi o 2º EP “Skin”, com 6 músicas novas, incluindo “Fight to Forget”. A banda deixou claro seu medo e angústia com os tempos sombrios que estão por vir. “Skin” fala disso, de descobrir o que existe por baixo da pele o que realmente se é, e ao mesmo tempo de buscar forças para lutar por aquilo se quer ser. Músicas urgentes para fãs de Joy Division, Interpol e A Place to Bury Strangers. Não deixe de ouvir também a faixa extra para o single de “Fight to Forget”, lançado em Outubro/2018

mms156 - Strawberry Licor – Pupsy (digital / Novembro 2018)
mms47 – Strawberry Licor – Aim (digital / Novembro 2018)
mms48 – Strawberry Licor – Ato, Atalho e Vento (digital / Novembro 2018)
Em Novembro, já navegando o maremoto, colocamos no mmrecords e no nosso Bandcamp toda a discografia do quarteto de Itapetininga (SP), Strawberry Licor. Completistas que somos, tudo isso era para preparar o lançamento do 1º single do novo disco da banda, a ser lançado em 2019. Veja o Bandcamp oficial do midsummer madness.

mms49 – Strawberry Licor – I Feel Like a Kid (digital / Novembro 2018)
Primeiro single do primeiro álbum da banda, “Johnny”, que será lançado em 2019. Pense Sonic Youth, Urusei Yatsura, Fugazi e as microfonias e distorções do my bloody Valentine pré “Isn’t Anything”. Vai ser o melhor disco de 2019, certeza! Veja o clipe:

mmcd53 – Lava Divers – Plush (digital e CD / Dezembro 2018)
Lançado em 2017, o disco de estreia do Lava Divers finalmente ganhou versão física: são tiragens limitadas em CD digipack e em CD envelope de “Plush”. A versão digipack traz uma música bônus. Compre aqui.

E não custa lembrar: em 2019, o midsummer madness completa 30 anos de vida! Que venham outros 30!

E 2019, como vai ser?
A gente prefere não planejar (porque os planos sempre dão errado) mas um passarinho me disse que teremos muitos discos bacanas. Afinal, em 2019 o midsummer madness completará 30 anos de existência.

Devilish Dear terá um 2º disco, Strawberry Licor lançará seu debut “Johnny”, Fish Magic lançará seu 3º álbum, o Pin Ups está terminando de gravar seu 6º álbum, com músicas novas depois de quase 11 anos sem inéditas. Teremos bandas novas no catálogo e prosseguiremos com a pesquisa de bandas e relançamentos.

Mas a cereja do bolo será uma coletânea de 30 anos a ser lançada em 4 formatos complementares: vinil, CD, fita cassete e digital. Ou seja, todos os quatro formatos que já trabalhamos. E para acompanhar a coletânea, um fanzine impresso contando a saga de  lançar bandas nestas três décadas. Tudo isso só vai ser possível graças ao apoio da Natura Musical (matéria sobre os selecionados 2019). Mais informações em breve.

Nos próximos anos, vamos continuar próximos e de mãos dadas com quem acreditamos. Então, fique mais próximo do midsummer madness:

- Assine nossa newsletter para novidades do selo mmrecords.
- Participe do bate-papo no grupo do Facebook.
- Dê uma olhada de vez em quando no webzine midsummer madness, para ler sobre música, cinema e outros assuntos.
- Siga nossas playlists, tanto do selo mmrecords como as do webzine no Spotify
- Veja os clipes e vídeos ao vivo no YouTube do midsummer madness

Postado 25/12/2018 às 9:42

Where 90s hardcore meets shoegazer: Strawberry Licor

strawberry_licor_foto_retang

Strawberry Licor is from Itapetininga, a small city in the rich countryside of the Brazilian State of São Paulo. During the 90′s, kids have grown up listening to Independent albums from the US and UK, skateboarding and fighting boredom. One of the things to do was to form a band and have some fun.

Not much has changed: in July 2014, friends Raoni Rocha (bass), Gabriel Wiltemburg (guitar and vocals) and Luciano Ayub (guitar and vocals) started rehearsing together.

After a few personnel changes on the drums, the lineup was established with Yuri Naoto on drums and the above original members. They all know each other from local bands: Luciano played with Pencil Sharpeners and in the legendary Headache; Yuri Naoto plays with Mar de Lobos (whom Strawberry Licor released a split together) and Gabriel Wiltemburg also plays in another band on midsummer madness’ cast, Justine Never Knew the Rules.

Their first EP came out in 2016, “Pupsy” has 6 songs recorded during 2 years. “It was a time-consuming process because of the in-and-out of drummers. It also was self-produced and recorded in different places,” recalls Gabriel.

That’s why later they decided to put out singles: “Megastore” came out in 2017 and “Aim” in 2018. The later is the result of a solitary Gabriel’s afternoon: “One of the drummers had just left, we were not composing nor rehearsing. One day, alone at home after a sad relationship episode, I wrote and recorded Aim. I showed it to the guys the next day and we decided to launch it as it was”, explains Gabriel

For the last two years, they have played some shows such as the opening parties of the Circadélica festival in 2018, and shared the bill with some Brazilian bands like Terno Rei, Wry, Biggs, Victor Brauer.

They have finished recording their debut album entitled “Johnny“, a tribute to Luciano’s father, that recently passed away. The album is scheduled to be released in the beginning of 2019.

I Feel Like a Kid” is the first single from this album:

Postado 02/12/2018 às 12:50