random songs

\ZINE - maio de 2018\

Seis bandas em mini-tributo ao The Fall

Quando Mark Smith, fundador e vocalista da banda de Manchester The Fall morreu em 25 de janeiro de 2018, todos no midsummer madness ficaram bem tristes. A banda lançou dezenas de álbuns, todos muito inquietos. Sempre foram avessos ao establishment e fizeram músicas falando sobre isso. The Fall foi a banda que melhor entendeu e executou as ideias do punk. Não ter Mark Smith anarquizando o sempre muito bonitinho mercado da música é um golpe.

A quantidade de artistas importantes que morreram no último ano é significativa mas nós achamos que o The Fall merecia uma homenagem a mais. Por isso algumas bandas e parceiros do midsummer madness se juntaram e regravaram algumas músicas do Fall.

bonifrate

Pedro Bonifrate, ex Supercordas e solo com seu sobrenome, foi o que buscou a música mais antiga, do 1º álbum de estúdio da banda “Dragnet”. Ele escolheu a faixa de abertura, que fala sobre um salão de dança para videntes.

loomer-img-destacada-lista-bandas

A banda gaúcha Loomer escolheu uma música menos famosa do álbum mais conhecido do Fall no Brasil, “Bend Sinister”. “Shoulder Pads #2″ deveria vir após “Shoulder Pads #1″, que seria gravada por Fábio Bianchini, d’Os Gambitos. Mas Bianchini furou. Então ficamos só com a versão da 2ª parte. Boa o suficiente.

estacionexperimental

A banda argentina Estación Experimental adaptou a letra de “And Therein” para o espanhol e assim ficou a versão deles para uma canção do 12º álbum do Fall, lançado em 1990.

amerindio

Outro ex-Supercordas, Sandro Rodrigues, que assina suas composições musicais solo como Digital Ameríndio, escolheu um clássico do EP “Slates” de 1981. “Leave the Capitol” ficou famosa por ser uma música onde a banda de Manchester fala sobre seu horror à Londres e à tudo que é mainstream.

DON1web

Outro que adaptou as canções do Fall foi Cassiano Fagundes, o Cassim, junto com seus parceiros do projeto DON. Eles pegaram “Wrong Place, Right Time” e misturaram com “Frenz Experiment” para criar a música “Wrong Frenz”.

overend copy

E para fechar o pequeno tributo, Marcos Araújo, que também já havia participado do tributo ao Second Come com a sua outra banda, Soft & Mirabels, agora entrou com os amigos do OverEnd homenageando a homenagem que o Fall havia feito ao Kinks, ao regravar “Victoria”. Essa versão do The Fall foi o cartão de visitas para muitos que conheceram a banda no Brasil em 1990, quando a gravadora Stiletto lançou “Bend Sinister” por aqui.

capa_tributo-fall-webA capa é uma colagem de Augusto Malbouisson.
O título é um trocadilho barato com “Perverted by Language”, um álbum do Fall.

“Perverted by Homage – a Tribute to The Fall” sai apenas no formato digital.
Escute no mmrecords
Escute e baixe no bandcamp

Postado 25/05/2018 às 7:14

Tributo ao The Fall

banner_tributo_fall_facebook

Não há muito que dizer aqui. Apenas que todos nós escutamos muito The Fall. A banda lançou dezenas de álbuns, todos muito inquietos. Sempre foram avessos ao establishment e fizeram músicas falando sobre isso.

Infelizmente, o vocalista da banda, Mark E. Smith, faleceu em janeiro de 2018. Daí, algumas bandas e parceiros do midsummer madness pilharam numa homenagem à banda. Pedro Bonifrate, ex Supercordas e solo com seu sobrenome, foi o que buscou a música mais antiga, do 1º álbum de estúdio da banda “Dragnet”. Ele escolheu a faixa de abertura, que fala sobre um salão de dança para videntes.

A banda gaúcha Loomer escolheu uma música menos famosa do álbum mais conhecido do Fall no Brasil, “Bend Sinister”. “Shoulder Pads #2″ deveria vir após “Shoulder Pads #1″, que seria gravada por Fábio Bianchini, d’Os Gambitos. Mas Bianchini furou. Então ficamos só com a versão da 2ª parte. Boa o suficiente.

A banda argentina Estación Experimental adaptou a letra de “And Therein” para o espanhol e assim ficou a versão deles para uma canção do 12º álbum do Fall, lançado em 1990.

Outro ex-Supercordas, Sandro Rodrigues, que assina suas composições musicais solo como Digital Ameríndio, escolheu um clássico do EP “Slates” de 1981. “Leave the Capitol” ficou famosa por ser uma música onde a banda de Manchester fala sobre seu horror à Londres e à tudo que é mainstream.

Outro que adaptou as canções do Fall foi Cassiano Fagundes, o Cassim, junto com seus parceiros do projeto DON. Eles pegaram “Wrong Place, Right Time” e misturaram com “Frenz Experiment” para criar a música “Wrong Frenz”.

E para fechar o pequeno tributo, Marcos Araújo, que também já havia participado do tributo ao Second Come com a sua outra banda, Soft & Mirabels, agora entrou com os amigos do OverEnd homenageando a homenagem que o Fall havia feito ao Kinks, ao regravar “Victoria”. Essa versão do The Fall foi o cartão de visitas para muitos que conheceram a banda no Brasil em 1990, quando a gravadora Stiletto lançou “Bend Sinister” por aqui.

capa_tributo-fall-web

Ficou assim:

Bonifrate – “Psykick Dancehall”
originalmente gravado no álbum “Dragnet” (Step Forward Records), 1979
Escrita por Mark E Smith, Marc Riley, Craig Scanlon
Ficha Técnica versão Bonifrate:
Gravado, arranjado e mixado em casa por Bonifrate.
Vozes de apoio: Thalita da Silva.
Masterizado por Valentino.
Mais info aqui

Loomer – “Shoulder Pads #2″
originalmente gravado para o álbum “Bend Sinister” (Beggars Banquet), 1986
Escrita por Mark E Smith, Brix Smith
Essa versão por Loomer, gravado, mixado e masterizado por Richard La Rosa e Stefano Fell.

Estación Experimental – “And Therein” com letras novas em espanhol!
originalmente gravado para o álbum “Extricate, Cog Sinister” (Fontana), 1990
Escrita por Mark E Smith, Martin Bramah
Essa versão por Estación Experimental: Jorge Piñero (voz, adaptação da letra); Marcelo Piñero (bateria), Cesar Wayar  (guitarra); José Villafañe (baixo & produção); Mateo Carabajal (guitarra, Tucuduino Synth)

Digital Ameríndio – “Leave the Capitol”
originalmente gravado para o álbum “Slates” album (Rough Trade), 1981
Escrita por Mark E Smith, Steve Hanley, Marc Riley, Craig Scanlon
Produção, arranjo e execução instrumental (guitarras, baixo, vozes e bateria programada) por Sandro Eduardo Rodrigues
Mais info sobre Digital Ameríndio aqui

DON – “Wrong Frenz”
essa versão é uma junção de duas músicas:
“Wrong Place, Right Time” originalmente gravado para o álbum “I Am Kurious Oranj” album (Beggars Banquet), 1988
Escrita por Mark E Smith
“Frenz” originalmente gravado para o álbum “Frenz Experiment” album (Beggars Banquet), 1988
Essa versão por DON

OverEnd – “Victoria”
“Victoria” foi originalmente lançada em 1969 pelo The Kinks e o The Fall fez uma versão em 1988 no álbum “The Frenz Experiment” album (Beggars Banquet), 1988.
Essa versão do OverEnd por Marcos Araújo (vocais); Edalmo Santos (guitarras); Gabriel Moreira (baixo); Afonso Lopez (bateria)
Gravado, mixado e masterizado no Estúdio La Cueva em 17/02/2018
Produzido e mixado por Seu Cris.

O título do tributo é um trocadilho vagabundo com o álbum “Perverted by Language”. A capa é uma colagem de Augusto Malbouisson – saiba mais.

Este tributo está sendo lançado apenas no formato digital e não há exploração comercial do mesmo.

Postado 23/05/2018 às 14:06

Selo brasiliense disponibiliza show do Fellini em 1998

Em 1998, o Fellini andou fazendo uns shows no Brasil. Um deles foi inclusive dentro do festival ALGUMAS PESSOAS TENTAM TE FUDER… de novo, organizado no Rio de Janeiro pelo midsummer madness. Passaram também por São Paulo e por Brasília. A apresentação na capital federal, realizada no Teatro da Caixa Cultural, foi registrada em vídeo por Wilton Rossi, responsável pela produção do show candango. O vídeo deste show foi agora digitalizado e disponibilizado na internet, vinte anos após sua realização.

Imagem de Amostra do You Tube

Na ocasião, o Fellini se apresentou com Cadão Volpato, Thomas Pappon, Tancred Pappon, Jair Marcos e Reka Ortega.  O show ficou guardado em fitas VHS e Super VHS todos esses anos e só no início de 2018 foi que o material teve sua edição e digitalização realizadas, sob os cuidados de Rossi.

A publicação deste material é uma iniciativa do selo Quadrado Mágico, de Brasília (DF), criado pelos produtores Miguel Galvão e Gustavo Halfeld.  Eles também organizam um dos eventos mais bacanas da capital, o PicniK Festival.

O show em vídeo do Fellini será projetado em diferentes lugares do Distrito Federal nos próximos dias.
Agenda de Exibições – O Último Adeus de Fellini

28 de Maio
Tapera Pub – Segundas de Primeira – Ceilândia – QNN 02 Conjunto “A” Lote 20, 70220-021- Brasília – horário: 21h

3 de Junho
Taguatinga tem Concerto – Centro Cultural do Taguaparque, aniversário de Taguatinga – horário: 21h

 

Postado